Notícias

Cerimônia das Areias

16/10/2013


Há duas formas de realizar este tipo de cerimônia, a individual e a completa:


Cerimônia das Areias individual

Existem três recipientes no altar sendo dois menores com areias e um maior vazio.
Os menores são um para a noiva e um para o noivo tem areias com cores diferentes.
Os noivos pegam seus recipientes e despejam a areia no recipiente maior.
Esta cerimônia simboliza a união do casal formando a nova família.
Neste momento o celebrante deseja que o amor de deles seja como essas areias, que uma vez juntas jamais serão separadas.

Cerimônia das Areias completa

No altar existe um recipiente para cada casal de padrinhos e madrinhas assim todos do altar participam.
Colocamos um recipiente com areia colorida para cada casal, eles se deslocam até o altar e despejam a areia no recipiente maior, os pais e os noivos também participam sendo que no final os noivos selam o vaso despejando suas areias. 
Simboliza a benção de todos os convidados pela união do casal. É a maneira de canalizar nas areias todo o amor que possuem pelo casal.
Depois de pronto, colocamos os nomes dos pais e dos padrinhos no vaso e os noivos podem levar para casa como um símbolo muito importante daquela data.

A origem do bolo de casamento

23/09/2013


Tradicionalmente, o bolo deve ser cortado pelos dois noivos ambos segurando a faca cortam a primeira fatia, sendo a noiva a primeira a experimentar depois o noivo e os convidados receberão uma fatia dessa sobremesa de honra.
Essa é também a hora do brinde com champagne, que irá celebrar a união, e por isso, o momento que os noivos são chamados para cortar o bolo é um dos mais especiais e marcantes da festa.

A tradição de oferecer bolos em datas especiais é antiga e sua origem mais provável vem do uso do trigo, ingrediente principal da massa, que é também símbolo de prosperidade e fertilidade, se tornando um verdadeiro amuleto de sorte para o casal.

Nas cerimônias de casamento da Grécia Antiga os convidados recebiam biscoitos feitos com a mistura de gergelim e mel, remetendo ao casamento que tem seus momentos doces e salgados.

Segundo uma tradição romana, partir um pequeno pedaço de pão sobre a cabeça da noiva era uma maneira de desejar fertilidade e também um símbolo para ela ser abençoada com abundância em seu matrimônio. 

Durante a Idade Média, era costume que os convidados levassem pequenos bolos para os noivos. Cada um dos bolos era colocado sobre o outro para que os noivos tentassem se beijar sobre eles sem derrubá-los para dar sorte. Dessa forma curiosa, surgiram os bolos de noiva em andares. 

Finalmente, no séc. XVII, na culinária francesa, surgiram os bolos de casamento mais parecidos com os que conhecemos atualmente: diversas camadas, recheios elaborados, ricas decorações e outros ornamentos.
E até hoje é mantido o ritual de dividi-lo entre familiares e amigos, compartilhando a alegria da nova aliança entre famílias e desejando boa sorte aos recém-casados.




Fonte: http://www.casamentoecia.com.br/?option=com_cerimonias_home&content=outras&id=520

Endereço


Fone: (19) 3455.1717

Rua General Osório, 154

Centro • Sta. Bárbara d'Oeste • SP


  • Mapa de localização.

  • Veja a planta baixa.

Newsletter


Cadastre-se e receba:



© 2013. Jardins Casa de Eventos Ltda. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Nogueira Comunicações.